Tupã é segundo lugar no ranking de saúde

0
304

A Fundação Getúlio Vargas (FGV), em parceria com o jornal inglês Financial Times, divulgou um estudo que constatou que o Estado de São Paulo tem 25 das 40 microrregiões mais competitivas do país. A pesquisa, intitulada de “Perfil da Competitividade Brasileira”, também mostrou que a cidade de Tupã está em segundo lugar no ranking de Saúde.

O estudo foi reproduzido pelo jornal inglês, que é distribuído para mais de 1 milhão de pessoas no mundo. O levantamento, que avaliou 558 microrregiões brasileiras, analisa cinco índices setoriais e também 14 dimensões que impactam diretamente na competitividade brasileiras.

Os cinco setoriais principais foram o capital humano, qualidade de vida, instituições, ambiente de negócios, mercados e recursos naturais. Já as outras 14 dimensões se enquadram na educação básica, ensino superior e técnico, infraestrutura social, saúde, sofisticação em negócios, desempenho no setor público, logística, mercado de trabalho e tamanho do mercado, mercado de bens, mercado de trabalho, recursos de energia renovável, agricultura e extrativismo, inovação e sustentabilidade.

Para avaliar o quesito saúde dessas macrorregiões, a pesquisa abordou outras seis variáveis, incluindo emprego, emprego por atividade, leitos, expectativa de vida, mortalidade infantil e avaliação da própria saúde.

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Rosângela Urel, das 558 microrregiões, sete cidades do Estado de São Paulo ficaram entre as 20 mais bem colocadas, entre elas Tupã, que aparece em segundo lugar, ficando à frente de grandes municípios paulistas como Botucatu, Jaú e até Marília.

“É muito bom ver que todos os nossos esforços tiveram como consequência uma premiação tão importante. Tudo isso que fazemos é para atender os pacientes da melhor maneira possível, da maneira mais humanizada”, afirma Rosangela.

O estudo, de acordo com o diretor da Fundação Getúlio Vargas Projetos, César Campos Cunha, revelou um país muito regionalizado em setores competitivos, com ambientes e realidades diferentes.

O prefeito Manoel Gaspar ressaltou a importância da pesquisa da Fundação Getulio Vargas, e disse estar feliz com o resultado. “Toda essa conquista vem de longos anos de dedicação e confiança em nosso trabalho. É um trabalho árduo e difícil. Estamos nos desenvolvendo cada vez mais”, finalizou.

 

Box

Tupã também conquistou

prêmios Drº Osvaldo Cruz

e Drº Carlos Chagas 2015

 

Além do ótimo desempenho na pesquisa “Perfil da Competitividade Brasileira”, Tupã conquistou dois outros importantes prêmios de âmbito nacional neste ano na área da saúde.

No mês de junho a secretária municipal de Saúde, Rosângela Urel, recebeu o prêmio “Dr. Osvaldo Cruz”, destinado aos 50 gestores destaques em liderança e comprometidos no cumprimento das metas e na melhoria da qualidade da saúde pública municipal.

A entrega do prêmio ocorreu durante o 2º Fórum Nacional de Gestores Municipais de Saúde, de 14 a 17 de junho, em Gramado (RS). A premiação, que é organizada pela empresa LGO Multieventos, teve como critérios de avaliação itens como projetos e obras desenvolvidas no município; destaque por meios de comunicação; análise dos recursos de 15% de verba pública; índice de mortalidade infantil e análise das medidas gerais de proteção à saúde.

Segundo a pesquisa, grandes líderes se destacam principalmente em momentos de crise como o que o país passa no momento. Mesmo diante das dificuldades de administrar uma das Pastas mais importantes do governo municipal, a secretária de Saúde, juntamente com toda a sua equipe, enfrentou as dificuldades e conseguiu alcançar as metas do governo, executando ações e projetos para a melhora do município. “Fico lisonjeada pelo prêmio de reconhecimento do trabalho árduo que todos os profissionais da saúde têm desenvolvido” completa Rosângela Urel.

Outra conquista que colocou Tupã como destaque nacional foi o Prêmio Dr. Carlos Chagas 2015, em sua décima segunda edição. O prêmio é concedido a gestores de sucesso, em reconhecimento as ações realizadas que trouxeram melhoria à saúde pública do Município, assim como a implementação das metas de gestão que contribuíram para elevar a qualidade dos serviços municipais.

O prêmio é destinado aos 30 melhores secretários municipais de Saúde do Brasil. Tupã novamente ganhou destaque, ficando entre os 30 melhores gestores de Saúde do país.

O prêmio foi precedido pelo Congresso de Gestores, em sua 12ª Edição, que também discutiu temas pertinentes à saúde pública e ao SUS, com palestras, debates, fórum de troca ideias. O Congresso ocorreu de 24 a 27 de setembro de 2015, na Bahia, e mais uma vez a secretária de Saúde tupãense foi apontada como uma das melhores gestoras de Saúde do Brasil.

A pesquisa teve como critérios a persistência, determinação, trabalho e esforço resultando na melhora de qualidade de vida da população. A premiação teve também como base os critérios e indicadores do município, como, Projetos, obras e aquisições municipais na área da Saúde; Programação Anual de Ações do Plano Municipal de Saúde (PAS); Média positiva de metas alcançadas; Articulação com outros órgãos municipais, estaduais e federais e entidades da iniciativa privada para o desenvolvimento de programas conjuntos e também a Promoção de campanhas de esclarecimento, objetivando a preservação da saúde da população;

De acordo com Rosângela, este prêmio representa não só a materialização do reconhecimento dos bons resultados obtidos, mas também o empenho e a dedicação de todos os servidores da saúde do município Tupã.

premio