São Paulo vence Penapolense por 3 a 1

0
241

Gol de fora de área, gol histórico e gol sem querer. O São Paulo não teve dificuldade para vencer o Penapolense por 3 a 1 em sua estreia no Campeonato Paulista, fora de casa, neste domingo. Michel Bastos abriu caminho para o triunfo com belo gol de longe. Luis Fabiano ampliou com oportunismo e marcou ainda mais sua trajetória no clube. E Reinaldo, com desvio do zagueiro adversário, deu tranquilidade depois de Crislan fazer para o rival.

Com o gol feito neste domingo, Luis Fabiano chegou a 200 com a camisa do São Paulo. Ele é o terceiro maior artilheiro da história do clube, com 42 gols a menos que Serginho Chulapa. Segundo colocado nessa lista, Gino Orlando balançou as redes 233 vezes pelo Tricolor.

Na próxima rodada do Campeonato Paulista, o São Paulo, do Grupo 1, joga como mandante. Mas por estar com o gramado do Morumbi em reforma, o Tricolor vai receber o Capivariano, na quarta-feira, às 19h30, no estádio do Pacaembu. No mesmo dia e horário, o Penapolense, do Grupo 4, joga fora de casa. A partida será contra o RB Brasil, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

0001

 

O jogo

O Penapolense tentou surpreender o São Paulo na base do contra-ataque. Não conseguiu. O Tricolor segurou a pressão dos minutos iniciais, teve paciência e abriu o placar em belo chute de Michel Bastos de fora da área, aos 13 minutos. Pouco depois, Daniel Rosa quase empatou para o time do interior. Mas logo a equipe da capital voltou a dominar o jogo. Só não ampliou porque Leandro pegou chute de Luis Fabiano, aos 40, depois de bom cruzamento de Michel Bastos.

Assim como no primeiro tempo, o Penapolense tentou pressionar. Mas dessa vez a reação do São Paulo foi imediata. Depois de levar susto na defesa com menos de um minuto, o Tricolor ampliou na sequência. Michel Bastos tocou para Luis Fabiano, que ajeitou e bateu forte de esquerda. Foi o gol número 200 do camisa 9 pelo São Paulo. O Fabuloso ainda teve ótima chance de fazer mais um aos 20, mas viu Leandro defender chute à queima-roupa. Cafu tinha roubado a bola e dado o passe.

Com confortável vantagem no placar, o São Paulo deixou o jogo ficar morno. Mas vacilou ao levar gol do Penapolense aos 32 minutos. Crislan aproveitou bobeira do setor defensivo e diminuiu para o time do interior. Muricy Ramalho, então, fez algumas alterações. Colocou Pato e Reinaldo em campo para dar sangue novo ao time. E o lateral-esquerdo foi responsável pelo terceiro gol, após cruzamento que desviou em Jailton e entrou: 3 a 1.

0002

 

Fonte: G1