Ponte define venda de Pottker ao Inter e marca coletiva para explicar situação

0
140

Ao mesmo tempo em que anunciava o retorno de Fernando Bob ao Majestoso, na tarde desta quinta-feira, a Ponte Preta enviava a documentação da transferência de William Pottker para o Internacional. O atacante será reforço do Colorado assim que terminar o Campeonato Paulista.

Após o Corinthians desistir de contratá-lo, o jogador pediu agilidade na definição do futuro, para que não vivesse uma nova novela, e agora já sabe que fica em Campinas até maio e e na sequência vai defender o Inter.

Com a negociação concluída, a assessoria de imprensa da Ponte divulgou que o gerente de futebol Gustavo Bueno dará uma entrevista coletiva na segunda-feira para explicar e detalhar a situação. Também existe a possibilidade de o dirigente alvinegro já confirmar o acerto com o meia Renato Cajá, uma vez que as conversas estão adiantadas.

As diretorias de Ponte e Internacional envolveram o empréstimo de Fernando Bob à Macaca até dezembro no acordo por Pottker. Além disso, os campineiros receberam uma compensação financeira por parte dos direitos econômicos. Os valores não foram divulgados, mas sabe-se que o pagamento será parcelado. Tais questões serão esclarecidas por Gustavo Bueno na entrevista.

Artilheiro do último Brasileirão, com 14 gols, ao lado de Diego Souza e Fred, Pottker chegou ao Majestoso em maio do ano passado, após se destacar pelo Linense e despertar interesse de times como Botafogo e Santos. A Macaca levou a melhor, fechou com o atacante até dezembro de 2019 e agora colhe os frutos pelo investimento.

As especulações sobre o futuro dele começaram ainda durante a pré-temporada, quando muitos achavam que ele nem se reapresentaria à Ponte, mas o presidente Vanderlei Pereira garantiu que Pottker não sairia antes do fim do Paulistão. O Corinthians esteve muito perto de contratá-lo, mas desistiu depois de a Ponte escalá-lo na Copa do Brasil. O Timão estava disposto a pagar R$ 7 milhões.

O episódio aumentou a identificação de Pottker com a torcida alvinegra. Ao comentar o desfecho e o comprometimento que tem quando veste a camisa alvinegra, o atacante chegou a chorar, lembrando que precisa da carreira para sustentar a família. Sem o Corinthians na parada, o Inter voltou à carga e, com o incentivo dos empresários do atleta, fechou a compra.

Além da Ponte, o jogador, de 23 anos, passou por Figueirense, Gandzasar (Armênia), Ventforet Kofu (Japão), RB Brasil, Linense e Braga B (Portugal). Neste ano, ele já tem quatro gols em quatro partidas pela Macaca. Na última quarta, marcou duas vezes e foi o principal responsável pela virada por 2 a 1 sobre o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto.