Entrevista “Mião” Tupãense jogador profissional de Basquete

0
629

No início dessa quarta feira entrevistamos uma fera do Basquete, o jogador Mião que é morador de Tupã e atualmente joga como profissional pelo time de Lins ” Linense” estivemos entrevistando  jogador no início da tarde

miao

Estamos aqui com o jogador “Mião” jogador profissional de basquete, Mião vamos fazer uma questões de perguntas para você aqui.

Com quantos anos você começou a jogar basquete?”Mião” Com 11 anos de idade

Quanto tempo demorou para você ser profissional do basquete? “Mião” Quando eu atingi a idade de 15 anos eu já me tornei um profissional já recebia salário já e morava fora de casa já em outro estado a partir dos 15 anos foi

Profissionalmente qual foi seu primeiro clube? ”Mião” Profissionalmente foi Assis

Ficou quanto tempo no clube? ”Mião” fiquei 2 anos 2 anos de contrato um bom lugar la em Assis

Mião você é morador daqui de Tupã? ”Mião” Sim nasci aqui em Tupã só que sai daqui de Tupã com 11 anos, desde la só volto mesmo em férias, feriados

Sua família reside aqui em Tupa ainda? ”Mião” Sim minha mãe meu pai minha irmã meus tios são todos daqui só eu mesmo que estou fora

Você veio passar carnaval, férias? ”Mião” é vim passar um pouquinho de férias pra descansar um pouco, essa temporada foi muito longa

Quando você volta a jogar? ”Mião” agora após o carnaval na próxima semana, já tenho que me apresentar já

miaaoo

Vocês estão atualmente ou vão começar a disputar algum campeonato importante? ”Mião” Campeonato Paulista primeira divisão primeira fase, que começa agora em abril e vai até junho depois já entra outros campeonatos também

Sua família é envolvida bastante com basquete, você tem um irmão que também joga profissionalmente? ”Mião” Sim tenho um irmão de 15 anos que joga atualmente no Palmeiras, recentemente foi campeão do sulamericano, melhor jogador, também tem o meu primo que é 1 ano mais velho do que eu, o Bóris que joga em Santa catarina, a gente sempre jogou junto só que agora ele está em Santa Catarina e eu estou em Lins

Você disputa uma categoria diferente do seu irmão, seu irmão é mais novo? ”Mião” Sim meu irmão é categoria de base meu irmão joga o sub-15 e eu como já tenho 25 anos jogo categoria adulta.

Em família vocês não tem vontade de se enfrentar? ”Mião” Aconteceu uma vez só à 1 ano atrás enfrentei meu primo, foi complicado viu

É gostoso tirar um sarro depois de quem vence quem perde? ”Mião” É nesse jogo graças a DEUS eu sai com uma vitória e ele saiu com outra também, então a gente não zuo muito o outro não

Mião qual o reconhecimento mais importante de sua carreira? ”Mião” O melhor reconhecimento que eu posso ter foi de ter aprendido o que é a vida de verdade, dar valor nas coisas que a gente conquista e trazer o reconhecimento para Tupã, muitas pessoas valorizam isso não só por minhã mas também pelo meu irmão, meu primo, fomos para o caminho certo caminho do esporte, importante para essas crianças que estão começando agora batalhar em busca desse sonho também

Você tem algum título importante em sua carreira que gostaria de comentar? ”Mião” Sim fui Bi-campeão do estado do Rio, TRI-campeão do estado, Campeão brasileiro de base, Campeão brasileiro escolares também pela escola, vice campeão paulista, fui vice duas vezes do campeonato paulista da primeira divisão entre outros também

A criançada te vê aqui em tupã e tem uma certa tietagem querendo saber um pouco mais como é o basquete, querendo também entrar um pouco para conhecer participar disso e querendo também ser um jogador profissional? ”Mião”Eu sempre que venho procura trazer materiais esportivos, roupa, camisa da equipe que eu estou atuando pra dar um ânimo a mais para essas crianças, trás um tênis uma camiseta pra eles pegarem gosto mesmo e ver que é possível chegar lá também

Você está atuando pelo Linense já a quanto tempo? ”Mião” Vou para meu segundo ano lá agora

Conquistou algum título já pelo Linense? ”Mião” Fomos vice do paulista, infelizmente fomos vice

Da uma dorzinha mais tem um ano novo começando da para tentar ser campeão de novo? ”Mião” Dá até porque foi um time montado bem dizer as presas, tem entrosamento tem muita coisa também até mesmo igual ao futebol, mas a outra equipe jogou melhor que a gente e a gente saímos derrotado

OUÇA A ENTREVISTA


Redação: Jornal Fato na Foto

Fotos: Sheila Rotoli