Anderson Silva testa positivo em exame antidoping

0
271

image

Depois da festa, veio a bomba. Anderson Silva foi flagrado no exame antidoping por uso de anabolizante. O exame realizado pela Comissão Atlética de Nevada (NSAC) revelou que o ex-campeão dos médios do UFC testou positivo para drostanolona e androsterona, espécie de anabolizantes, em exame realizado no dia 9 de janeiro.

Anderson Silva entra para polêmica lista de doping do UFC

Após esse teste, Spider ainda fez mais dois exames. Um de sangue no dia 9 de janeiro e outro de urina no dia 31, dia do combate contra Nick Diaz pelo UFC 183, que marcou o retorno do brasileiro após 13 meses afastado dos octógonos por uma grave lesão na perna esquerda. Os dois testes deram negativos.

Como as substâncias encontradas no exame do brasileiro são proibidas em qualquer período, Spider deve ser punido. Um julgamento disciplinar está marcado para o dia 17 de fevereiro.

Antes desafetos, Anderson Silva e Chael Sonnen se tornam “melhores amigos”

Nick Diaz, rival de Anderson Silva, também foi pego em um exame feito após o duelo pelo UFC 183. Pela terceira vez, o norte-americano foi flagrado pelo uso de maconha, assim como pelo Pride em 2007 e pelo UFC 143 em 2012. O teste apresentou a presença de THC, que é o principio ativo da droga. 

Confira a nota oficial divulgada pelo UFC:

“Em 03 de fevereiro de 2015, a organização do UFC foi notificada pela Comissão Atlética de Nevada que Anderson Silva testou positivo para Drostanolona no teste para sua luta, realizado no dia 09 de janeiro.

O UFC compreende que mais testes serão conduzidos pela Comissão para confirmar estes resultados preliminares.  

Anderson Silva tem sido um excelente campeão e um verdadeiro Embaixador do esporte das artes marciais mistas e do UFC.

O UFC está desapontado por saber destes resultados iniciais.  O UFC tem uma rígida e consistente política contra o uso de qualquer droga ilegal, de alteração de desempenho ou agentes mascarantes, por parte de seus atletas.”

Anderson Silva pode pedir uma contraprova e recorrer do resultado. 

NICK DIAZ

O americano Nick Diaz também foi pego em um exame antidoping. No caso do americano, o teste foi realizado depois do combate contra o brasileiro. O UFC se pronunciou sobre o caso. 

“O UFC foi notificado pela Comissão Atlética de Nevada que Nick Diaz testou positivo para maconha após sua luta contra Anderson Silva, no UFC 183, que aconteceu dia 31 de janeiro, em Las Vegas. 

O UFC tem uma rígida e consistente política contra o uso de qualquer droga ilegal, de alteração de desempenho ou agentes mascarantes, por parte de seus atletas.

Como resultado por testar positivo, Diaz foi informado que violou o Código de Conduta do UFC e o contrato com a Zuffa, LLC.

O UFC respeitará integralmente a decisão da Comissão Atlética referente à Nick Diaz, que será definida em uma audiência disciplinar marcada para o dia 17 de Fevereiro”.

Fonte: R7