Improbidade Administrativa

0
1059

Na última terça-feira 02, de maio de 2017 em sessão da Câmara Municipal de Arco-Íris, o vereador Edmilson Berto da Silva “Bóia” efetuou uma denúncia ao Ministério Público sobre suposta manipulação de resultado em concurso público para Assistente Social de Arco-Íris.

No processo “Bóia” anexou ao processo uma declaração reconhecida em cartório no dia 17 de maio onde alega que o concurso de Assistente Social seria um Cabide de emprego para beneficiar a filha do Vice-Prefeito José Luiz.

No mesmo o vereador pede para que o Ministério Público abra um inquérito civil para que seja apurada um possível crime de Improbidade Administrativa e que seja determinado que a Prefeitura suspenda a contratação da funcionária.

Levado á Câmara Municipal resta aguardar a resposta que será enviada em carta pelo Presidente da Câmara João Cotrin.

Segue anexo o processo enviado para o Ministério Público: Processo Concurso

Redação: Jornal Fato na Foto